Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Sobe o som torcedor: O clássico Atle-Tiba e o jogo do Tubarão.

Compartilhe:
8ee90171-cf6e-4354-9979-42fd4bc4c7b4

Coritiba vence clássico contra o Atlético e Londrina não consegue bom resultado fora. Paraná não jogou no fim de semana.

 

ATLETIBA 373

Com gol de Marcio, Coxa vence e está no g4. Furacão com a derrota segue o drama da zona de rebaixamento.

Na tarde deste sábado aconteceu o jogo que todos estavam esperando, aquele jogo que realmente para tudo, o jogo que junta à família, os amigos e todos param tudo para assistir. O maior clássico do nosso estado, o Atle-Tiba. Em jogo válido pela 4° rodada do campeonato brasileiro, Atlético e Coritiba voltaram a se enfrentar no Couto Perreira, onde há menos de um mês decidiram a final do campeonato paranaense. A partida foi muito equilibrada, as duas equipes tiveram grande chances e Weverton e Wilson brilharam. No primeiro tempo foi notável o equilíbrio entre as duas equipes no começo, uma chegada perigosa do Furacão com Lucho e o Coxa respondendo com Neto Berola. Aos 14’ falta perigosa com ele, Tomas Bastos, o meia mandou pela rede do lado de fora. 10 minutos depois a resposta atleticana, também com falta. Matheus Rosseto mandou uma bomba no lado onde estava posicionado Wilson, o goleiro fez linda defesa, espalmando para linha de fundo. Depois desses lances até o final da primeira etapa, o Atlético foi quem chegou com mais perigo. Aos 31’, cruzamento fechado de Jhonatan, que obrigou o goleiro Coxa-Branca fazer grande defesa. Alguns minutos depois, outra jogada com  Sidcley chutando para fora. A etapa complementar começou a mil. Éderson que acabará de entrar, desperdiçou uma grande chance para o Furacão logo no primeiro minuto. A resposta Coxa-Branca foi aos 5’ com lindo toque de Kleber para Henrique Almeida, que chutou obrigando o goleiro Weverton fazer uma grande defesa. Os técnicos foram fazendo as suas substituições. Aos 11’ minutos duas trocas que mudaram o rumo do jogo. O técnico Pachequinho tirou Tomas Bastos e colocou Tiago Real. Já Eduardo Batista colocou Douglas Coutinho no lugar de Nikão, um dos melhores jogadores até então. No minuto 16 veio à consagração. Falta de Pablo em Dodô pelo lado direito. Tiago Real cruzou perfeitamente na cabeça de Marcio, o zagueiro Coxa-Branca subiu e testou firme, forte, no canto direito, para botar no placar 1 a 0 para o Coritiba. A partir do gol o jogo continuou igualado com chances para ambos, o Atlético tentava o empate, mas não conseguia criar com efetividade e parava com os impedimentos marcados. Já o Coritiba tentava manter a posse de bola e explorava o contra ataque quando possível e assim foi até o fim da partida. Coritiba 1 a 0 em cima do Atlético para um público de 15.442 pagantes, no estádio Couto Perreira. O Atlético segue sem vencer, ocupando a décima nona colocação no campeonato com apenas um ponto. O Coritiba segue bem e se mantém no G4 com nove pontos. Na próxima rodada, o Furacão encara o Fluminense no Maracanã, o Coxa joga recebe o Palmeiras em seus domínios.

 

Londrina – No apagar das luzes

Com gol no final do jogo, Tubarão perde para o Ceará e fica bem perto da zona de rebaixamento.

O Londrina viajou mais de 3.000 km até Fortaleza para enfrenta o Vozão Cearense. Conseguindo impor seu jogo, mantendo a posse de bola o Londrina controlou a partida, chegando mais vezes ao campo de ataque, porém quem chegou com mais perigo no primeiro tempo foi o Ceará, principalmente com jogadas de bolas aéreas. A primeira em um escanteio aos 14’ e em seguida com uma falta aos 22 minutos que assustaram a meta do goleiro César. A chegada mais perigosa do Alviceleste no primeiro tempo foi com Arthur, em bola enfiada do Elton, ele tentou um toque de cobertura com a perna esquerda, mas a bola subiu e passou sobre o gol. Na volta para o segundo tempo o Tubarão conseguiu levar perigo logo no primeiro minuto com Thiago Lopes, chutando da intermediária, passando a direita do goleiro do Vozão. Após este lance o Londrina não buscou mais o gol e viu o Ceará criando mais oportunidades e levando perigo ao seu gol. A primeira delas com Roberto aos 7’, aos 19’ outra grande chance para os Alvinegros em chute de Felipe Menezes. Na metade da segunda etapa o jogo deu uma esfriada, sem grandes jogadas para ambos os lados e o perigo só veio aos 43 minutos. Em um contra ataque da equipe cearense pelo lado direito, o atacante Cametá, chutou cruzado e o goleiro César aproveitou a noite do aniversário de 103 anos do Ceará, para dar um presentão e deixar a bola passar entre seus braços para o gol da equipe da casa. Final de jogo, derrota por 1 a 0. O Tubarão ocupa a décima sexta colocação com quatro pontos na quarta rodada. A próxima partida e diante do Paraná, nesta terça-feira, no estádio do Café.

 

Por: João Guilherme Rodrigues

Deixe seu comentário:

Curta no Facebook

Os Gols do Seu Time

Os Gols do Seu Time

Menu

RSS Mundo da Musica

RSS Futebol 2017

Redes sociais